A Faixa Preta no Tae Kwon Do é mais do que algo pra segurar suas calças.

Artigo Publicado em 15/10/2013, as 20:00 hs


Por
Jimmy Collins

Assim como em qualquer outra arte marcial por ai, a Faixa Preta é o nível mais alto possível no Tae Kwon Do. Existem diferentes graus de faixas pretas (Dans), assim como para cada arte marcial, também. No Tae Kwon Do o mais alto nível que se pode alcançar é um nono grau,ou o Faixa Preta 9 º Dan. Porém, não se deixe enganar pelo número. Para atingir um grau de 9º Dan  em Tae Kwon, você está olhando para, literalmente, uma vida inteira de treinamento. Eu  treino há quase 20 anos e eu sou apenas um Faixa Preta 4 º Dan. Mas qual é a história da Faixa Preta? Como ela surgiu? Vou compartilhar com vocês uma história que o Grão-Mestre Kub Choi (KC) Chung, 9º Dan,  compartilhou comigo há uns 20 anos.

As artes marciais datam de milhões de anos na história. No passado as artes marciais não eram comercializadas como hoje. Hoje o estudante começa com uma faixa branca para mostrar que é um iniciante e ocasionalmente ocorre testes de graduação. Ao completá-lo, o estudante obtém uma nova cor de faixa. Quão mais o estudante avança, mais escura a cor. Por fim o estudante é testado para a sua faixa preta. Mas não era assim que faziam antigamente.

Centenas e milhares de anos antes, artes marciais como o Tae Kwon Do eram praticadas ao ar livre. Um novo estudante recebia uma faixa branca como hoje. Mas nunca havia um teste de graduação, apenas testes de habilidades. Todas as flexões e abdominais eram feitas ao ar livre. Todos os poomsaes eram feitos ao ar livre. Todos os treinos de luta eram feitos ao ar livre. Tudo era feito ao ar livre. Com o passar do tempo, as faixas dos estudantes iam escurecendo do sangue, suor e sujeira que vinha com o treinamento. Enfim, após anos de treinamento, a faixa ficava tão escura que se tornava preta. E assim a nasceu a "faixa preta" que conhecemos.

Sempre que conto essa história aos estudantes em minha academia de Tae Kwon Do eu inevitavelmente escuto a mesma pergunta, "Eles nunca lavavam suas faixas?". A resposta é não. Os antepassados sentiam que lavar a faixa e deixa-la limpa era equivalente a lavar seu conhecimento. Quão mais escura sua faixa, mais direitos de se vangloriar você tinha. Em todos os meus anos de treino, eu NUNCA lavei uma faixa que adquiri. Em cada grau de faixa preta que alcancei eu recebi uma nova faixa, mas acredite quando digo que algumas de minhas faixas pretas têm muitas manchas de suor nelas.

O modo com os artistas marciais alcançam a faixa preta hoje em dia é diferente de fato. Mas a dedicação que dedicam em se esforçar não deve ser perdida. Para alcançar a faixa preta ainda requer muitos anos de sangue, suor e sujeira e a faixa preta deve ser vista como uma grande conquista. Mas esquecemos do que a faixa preta simboliza. Não é algo que pode ser comprado, mas sim algo que deve ser merecido.


Jimmy
Collins, Faixa Preta 4º Dan de Taekwondo/USA é escritor freelance, formado em Marketing pela Florida Atlantic University (FAU).

 

Tradução Livre por:

  • Heitor Postai - Faixa Preta Taekwondo, Ataque/ICAM e Acadêmico de Engenharia na Birmingham City University/Reino Unido
  • Raul Lucena - Faixa Preta Taekwondo, Tanjon/ICAM e Acadêmico de Engenharia na UFRN.


Texto Original: <http://voices.yahoo.com/a-black-belt-tae-kwon-more-than-something-2065123.html?cat=37> Acessado em 15 de outubro de 2013.

https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif